O Prefeito

João Bosco Nonato Fernandes

João Bosco Nonato Fernandes nasceu na cidade de Uiraúna em 8 de agosto de 1955. Médico formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, exerce a profissão na cidade há aproximadamente 30 anos.

Ocupou cargos de destaque na gestão de saúde pública do Estado, como a direção 9º Núcleo Regional de Saúde da Paraíba. Foi fundador da Casa de Saúde Pe. Costa, uma das principais instituições de saúde da cidade de Uiraúna e atuou em várias cidades do Estado da Paraíba e Rio Grande do Norte, a exemplo de Sousa, Joca Claudino, Cajazeiras, Pau dos Ferros e São Miguel.

Iniciou suas atividades políticas no ano de 1988, filiando-se ao PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira). Em 1992 foi eleito pela primeira vez prefeito de Uiraúna, não existindo a possibilidade de reeleição, voltou a candidatar-se no ano de 2000, tendo sido eleito pela segunda vez com 4.127 votos e em 2004 foi reeleito. Em 2008 deixa a Prefeitura de Uiraúna com a marca de 90,6% de aprovação da sua gestão, quando recebeu o título de “Prefeito Amigo da Criança” e o Selo Unifec pelas ações exemplares no campo da saúde, educação e assistência social. Em 2012 foi mais uma vez eleito, em um pleito marcado pela união de forças todos os representantes políticos de oposição da cidade de Uiraúna contra o seu nome, de onde saiu vitorioso alcançando 4.897 votos. Em 2016 foi mais uma vez reeleito com larga vantagem.

Atualmente está exercendo seu 5º mandato à frente da Prefeitura Municipal de Uiraúna (1992, 2000, 2004, 2012, 2016), sendo o primeiro líder político da região a conseguir tal feito.

Atribuições do prefeito

Entre as principais funções de um prefeito está o cumprimento da Lei Orgânica (Lei maior de um município) votada e fiscalizada pelos vereadores. Esse documento consiste numa espécie de Constituição Municipal, cujo objetivo maior é proporcionar melhorias para o município e seus habitantes.

Outras importantes atribuições dos prefeitos são: governar a cidade de forma conjunta com os vereadores; administrar o município; sancionar e revogar leis; vetar projetos inconstitucionais; apresentar projetos de Leis para a Câmara Municipal; nomear e demitir servidores; comandar os serviços públicos municipais; sempre buscar alternativas de melhoria para os cidadãos; administrar os impostos municipais e aplicar esses recursos de forma otimizada; entre outras.